collapse

Mensagens Recentes

Páginas: [1] 2 3 ... 10
1
Livre / Inscrição dizendo “Cristo, filho de Maria” é desenterrada em Israel
« Última Mensagem: por EVANGELISTA/RJ/MSN Online 24 de Janeiro de 2021, 08:11:49 »
Inscrição dizendo “Cristo, filho de Maria” é desenterrada em Israel

Descoberta não apenas revelou primeira igreja bizantina no assentamento de Taibe, mas também as primeiras evidências do cristianismo

Uma inscrição grega de 1.500 anos com as palavras “Cristo, filho de Maria” foi descoberta em uma escavação na antiga vila de Taibe, no norte de Israel.

Essa descoberta não apenas revelou a primeira igreja bizantina no antigo assentamento de Taibe, mas também representa as primeiras evidências do cristianismo na região.

https://www.metropoles.com/mundo/ciencia-e-tecnologia-int/inscricao-dizendo-cristo-filho-de-maria-e-desenterrada-em-israel
2
Livre / O perigo da Traição
« Última Mensagem: por EVANGELISTA/RJ/MSN Online 23 de Janeiro de 2021, 06:35:09 »
Desabafo: 'Acabei gostando de trair meu marido porque me sinto mais desejada'
Pelos olhares dos outros, ela e o marido parecem formar um casal perfeito, mas a reaidade é outra

Pâmela*, 47, vive uma vida dupla. A administradora é casada há mais de 20 anos e é mãe de dois filhos. Pelos olhares dos outros, ela e o marido parecem formar um casal perfeito. O que ninguém sabe que Pâmela usa um aplicativo de traição e há sete anos tem casos com outros homens fora do casamento.
Tudo começou em 2014, quando ela encontrou no celular de seu marido mensagens picantes trocadas com outra mulher. Ela diz que suspeitava que estava sendo traída, apesar do marido sempre ter negado. Com isso, os dois foram se afastando um do outro.

“Quando comecei a trair eu não senti remorso. Por isso, na verdade, acabei gostando. A nossa relação é como de irmãos, a única coisa que falta é o sexo, que é o que eu procuro fora”, diz Pâmela. “Gosto porque não me sinto presa e nem cobrada”, revela.


Pâmela diz que é muito atraída pela sensação de perigo e pela casualidade que a traição proporciona. “Acaba sendo uma aventura muito gostosa em todos os sentidos”, diz. Para driblar o marido ela diz que irá trabalhar até mais tarde, sair com as amigas ou ir à academia. “Não tem como ele descobrir porque eu não quero saber dele e ele também não quer saber de mim”, explica.

Fora uma amiga confidente - que também trai o marido - ninguém mais sabe que ela sai com outras pessoas. “Ninguém nem imagina. Quando acontece alguma conversa sobre o assunto eu dou uma opinião totalmente contrária ao que eu faço na vida real, pra disfarçar”, diz.

Traição por celular

Em fevereiro de 2020, sua amiga confidente apresentou a ela o aplicativo de encontros para pessoas casadas Eveeda. Lá mulheres podem criar perfis de forma gratuita enquanto os homens precisam pagar para poder ter acesso total. “O uso do aplicativo facilitou bastante porque as pessoas estão lá pelo mesmo fim, ninguém quer compromisso, só sexo”, explica.

O período em que se inscreveu coincidiu com o período de quarentena imposto em diversos pontos do Brasil devido à pandemia do novo coronavírus. Segundo a Eveeda, sites de relacionamento para pessoas casadas que querem ter um caso extraconjugal, registraram aumento de 175% nas inscrições na época. Desde de outubro de 2020 até agora, o site teve um aumento de 58%.

Com a falta dos encontros presenciais, Pâmela usou o aplicativo para conversar com outros homens. Essa foi a alternativa que ela encontrou para suprir a falta dos encontros presenciais. Até o fim da pandemia, ela decidiu se encontrar apenas com um parceiro fixo para se prevenir da Covid-19, parceiro esse com quem ela diz combinar muito.

Perguntada sobre os riscos de seu marido descobrir a traição pelo celular, Pâmela explica que não vê como uma possibilidade. “Chegamos em um ponto do relacionamento que já não tem mais isso”, diz.

Por que as pessoas traem?

A psicanalista Valéria Amodio afirma que, não necessariamente, quem trai está em um mau relacionamento. “Algumas fazem por costume, outras pela aventura tem até quem pense nisso como uma forma de preservar a identidade”, diz.

De acordo com a especialista, quem trai geralmente tem uma personalidade mais centrada em si mesma e frequentemente sente uma necessidade de buscar além do que já se tem, ação que é impulsionada pela insatisfação.

A sensação de perigo citada por Pâmela é, de acordo com a psicanalista, justamente porque quem trai sabe que está “indo contra uma ética pré-estabelecida”. “Existe uma convenção social e um acordo afetivo de fidelidade entre o casal e a pessoa que trai tem medo de represálias, mas gosta da sensação ao mesmo tempo”, explica.

Nos casos de pessoas que passam por crise no casamento, Amodio afirma existir uma desconexão das pessoas que estão se relacionando.

“Algumas fases mais marcantes de mudança geram crises, como o nascimento de um filho, filhos criados e envelhecimento”, afirma. De acordo com ela, são momentos em que é necessário dedicação, conversa e atribuição de novo significado ao laço.

O divórcio nem sempre é uma solução para algumas pessoas que se sentem infelizes no relacionamento. No caso de Pâmela, é algo fora de questão já que ela afirma ter uma vida financeira sólida e não quer proporcionar estresse aos filhos.

Além desses dois motivos, Amodio cita medo de enfrentar a separação, zona de conforto e manter a imagem social intacta como outras razões para não optar pelo fim do casamento. “Algumas dessas pessoas esperam por ‘um milagre’ que melhore a relação, tirando-a da estagnação”, explica a psicanalista.

No caso de Pâmela, essa sensação tem muito mais a ver com se sentir desejada. Ela diz que depois que começou a trair sente que sua autoestima melhorou muito. “Me sinto mais mulher no sentido de me olhar no espelho, de me arrumar, escolher uma roupa ou uma calcinha. Me sinto melhor”, diz.

*O nome foi alterado para preservar a identidade da fonte.

https://odia.ig.com.br/dmulher/2021/01/6069916-desabafo-acabei-gostando-de-trair-meu-marido-porque-me-sinto-mais-desejada.html
3
Livre / Re:Pastor envolvidos com escândalo sexual e agressões
« Última Mensagem: por EVANGELISTA/RJ/MSN Online 20 de Janeiro de 2021, 10:42:45 »
Pastor evangélico, ex-senador Magno Malta posta foto segurando pênis no Facebook
Ao reclamar da postura do Facebook, que classificou uma de suas publicações como "informação parcialmente falsa", o ex-parlamentar postou um print em que aparecem fotos de sua galeria do celular, entre elas de uma mão segurando um pênis
https://revistaforum.com.br/noticias/pastor-evangelico-ex-senador-magno-malta-posta-foto-segurando-penis-no-facebook/
4
Livre / Re:Pastor envolvidos com escândalo sexual e agressões
« Última Mensagem: por EVANGELISTA/RJ/MSN Online 06 de Janeiro de 2021, 10:50:12 »
Cantora gospel denuncia pastor e diz: 'Não idolatrem absolutamente ninguém'
Ludi Moreira revela ter sofrido abusos psicológicos enquanto fazia parte do coral Kemuel e acusa o líder, David Marx

https://odia.ig.com.br/colunas/fabia-oliveira/2021/01/6058583-cantora-gospel-denuncia-pastor-e-diz-nao-idolatrem-absolutamente-ninguem.html
6
Debates / Re:As heresias na musica cristã na atualidade
« Última Mensagem: por EVANGELISTA/RJ/MSN Online 26 de Dezembro de 2020, 14:47:48 »
7
Debates / Re:As heresias na musica cristã na atualidade
« Última Mensagem: por EVANGELISTA/RJ/MSN Online 26 de Dezembro de 2020, 14:47:10 »
custa dizer que errou? que vai consertar e nao fazer mais? que ta arrependida? tentou justificar o injustificavel
8
Debates / Re:As heresias na musica cristã na atualidade
« Última Mensagem: por EVANGELISTA/RJ/MSN Online 26 de Dezembro de 2020, 14:46:16 »
nao tenho o trecho todo da musica, ja que o video no youtube so aparece 30 segundos de video, mas abaixo foi lançado outro video com "justificativa" para o desastre

9
Debates / As heresias na musica cristã na atualidade
« Última Mensagem: por EVANGELISTA/RJ/MSN Online 26 de Dezembro de 2020, 14:40:58 »
o que voces tem a dizer deste video?

10
Debates / Re:Os templos das igrejas estão cheios até ás portas! - parte I
« Última Mensagem: por EVANGELISTA/RJ/MSN Online 13 de Dezembro de 2020, 18:17:17 »
Banco Renner, de Edir Macedo, muda nome para Banco Digimais
Arthur Guimarães
por Arthur Guimarães
13/07/2020 16:48
Banco Renner, de Edir Macedo, muda nome para Banco Digimais
O Sisbacen, sistema de informações do Banco Central (BC), informou nesta segunda-feira (13) que o Banco Renner mudou oficialmente o seu nome para Banco Digimais.

O líder e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, assumiu no início deste mês o controle do Banco Renner, do qual já possuía uma participação de 49%, após receber a autorização da autoridade monetária.

A instituição financeira foi criada pela família Renner, em Porto Alegre (RS), também fundadora das Lojas Renner (LREN3). A varejista, entretanto, não apresenta mais ligação com o grupo familiar ou com o banco. Nesse sentido, o bispo havia sinalizado que desejava mudar o nome da companhia por fazer referência ao patriarca da família Renner.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

“O grupo Record já possuía participação qualificada considerável [no Banco Renner]. O direito de aquisição foi exercido considerando a falta de interesse na continuidade dos antigos controladores, além da dificuldade em encontrar novos investidores”, comunicou a instituição.

Edir Macedo assume controle do Banco Renner
O Edir Macedo adquiriu o controle do Banco Renner, do qual já era sócio, depois da autorização do BC. O empresário é dono da Igreja Universal e da Rede Record de comunicação, com um patrimônio avaliado em US$ 1,1 bilhão (cerca de 5,9 bilhões).

O líder religioso anunciou o interesse em comprar uma parte da instituição há mais de 10 anos. A posse de uma residência fiscal no exterior, no entanto, obrigou a negociação a passar pelas mãos da então presidente Dilma Rousseff para um decreto presidencial. Argumentava-se na época que haveria um interesse estratégico do Brasil na aquisição.

Com o governo de Michel Temer, uma nova medida permitiu à Macedo a ampliação de fatia no banco. Agora, o líder religioso assumiu o controle da instituição e colocou a família Renner fora do quadro acionário.

Saiba mais: Edir Macedo, da Igreja Universal, adquire controle do Banco Renner

A compra foi possível devido à “falta de interesse na continuidade dos antigos controladores, além da dificuldade em encontrar novos investidores”, segundo comunicado do Banco Renner.

fonte: https://www.sunoresearch.com.br/noticias/banco-renner-edir-macedo-muda-nome/
Páginas: [1] 2 3 ... 10